• Pedro Emerenciano Amaro

Atlético e Leipzig se enfrentam por uma vaga nas semis da UCL

O confronto trás o primeiro jogo entre uma equipe alemã contra uma espanhol, nas quartas dessa UCL, o outro vai ser entre Bayern e Barcelona.


O confronto de hoje vai colocar frente a frente duas surpresas, por mais que o Atlético seja um time tradicional, enfrentou nas oitavas o atual campeão Liverpool e passou com uma vitória em pleno Anfield. Já o Leipzig passou pelo atual vice campeão Tottenham, com propriedade. Pro jogo de hoje (13), vamos ter como local, o estádio José Álvarde, em Lisboa.


Atlético de Madrid e Simeone

Por mais que era esperado no seu lugar o Liverpool, o Atlético chega como uma das equipes mais tradicionais entre as oito finalistas. Fato é que a trajetória recente do Atlético é feita de altos e baixos na Champions, mas sempre brigando entre os maiores. A equipe bateu na trave em 2014 e 2016, as duas perdendo para seu maior rival Real Madrid. A equipe chega como favorita ao confronto e tem como técnico o famoso Simeone. Hoje é difícil ver um time e um técnico com tanta sintonia, os dois parecem ter sido feitos um para o outro. Simeone está a frente da equipe desde 2011 e sua principal marca é uma defesa forte, que tem números incríveis e que coloca Real e Barcelona (seus maiores rivais nacionais) com preocupações para passar por essa defesa, que hoje conta com Renan Lodi que brilhou no Athlético Paranaense, além de craques que estão até hoje e que podem decidir ou contribuir para uma possível classificação, Diego Costa, João Felix e Oblak. O último tem a responsabilidade de parar o ataque alemão e conta com um retrospecto incrível da defesa esse ano. A equipe no pós paralisação sofreu apenas 6 gols, em 11 jogos sendo que o único que tomou mais de dois foi contra o Barcelona. No pós paralisação como dito, a equipe jogou 11 jogos, venceu 7, empatou 4 e não perdeu nenhuma. A equipe de Madrid chega como o favorito, pela história, mas não é garantido, a equipe adversária já provou que pode ser a surpresa das semis também.


O Red Bull Leipzig na sua segunda Champions

A equipe do leste alemão está acostumado a vir pra os confrontos da UCL e não jogar com o favoritismo, mas isso nunca impediu a equipe de seguir em frente. Essa é apenas a segunda participação da equipe na competição, mas já chega em uma quartas de final de um ano atípico de Champions, mas isso pode ser o ponto positivo. A equipe tem desfalques importantes para esse jogo, Timo Werner deixou a equipe e foi para o Chelsea, logo após o término do Campeonato alemão, além de Marcel Sabitzer que possivelmente não jogará, então o time terá que contar com outros jogadores para passar para as semis. Seu técnico Julián Nageslmann vai ter que montar um bom ataque sem os seus principais artilheiros se quiser fazer gols na equipe espanhola, mas não é algo difícil de acontecer. A equipe fez 81 gols em 34 jogos na Bundesliga e terminou a competição com a 3° posição. Na volta da paralisação venceu 4 jogos, empatou 4 e perdeu apenas 1. Já nessa temporada da Champions, a equipe tem os mesmos números da equipe espanhola, com 5 vitórias, 2 empates e 1 única derrota. O Leipzig já conseguiu se firmar no cenário alemão, mesmo tendo apenas 11 anos de história e buscará fazer o mesmo no cenário europeu.


Esse confronto vai ser mais uma partida emocionante dessa edição da UCL, dois times que nunca venceram a competição, mas que tem a oportunidade de tentar agora. Após esse jogo, a equipe do Conteúdo Desportivo fará uma live no YouTube no nosso canal, com uma resenha onde vocês podem interagir sobre o segundo confronto das quartas da UEFA Champions League.