• Caio Lisboa de Souza

Flamengo vai à Quito enfrentar o Independiente del Valle

Após derrota no Campeonato Brasileiro, rubro-negro viaja para o Equador buscando a liderança de seu grupo na competição continental.



No último domingo o Flamengo perdeu por 2 a 0 para o Ceará e levou novamente os torcedores a duvidar do potencial trabalho de Domènec Torrent. O treinador já deixou claro que não se importa em deixar craques no banco se não estiverem 100% condicionados para a partida. Um ótimo exemplo é Bruno Henrique, que já se recuperou de lesão mas começará no banco de reservas hoje.


No entanto, essas incessantes mudanças, tanto no elenco inicial quanto na formação tática, vem irritando os torcedores, que se acostumaram com sequências de resultados positivos em 2019. Domè aparentemente não se abalou com a derrota frente o Ceará, mas escalou o time para a partida de hoje da mesma forma que conseguiu vitórias contra Bahia, Fortaleza e Fluminense. As principais questões para os torcedores era o treinador deixar Rodrigo Caio de fora da zaga e Arrascaeta e Éverton Ribeiro não jogarem juntos, atletas que eram pilares da equipe de Jorge Jesus.


Flamengo e Independiente del Valle já se enfrentaram duas vezes esse ano pela Recopa Sul-Americana, um empate e uma vitória para o Flamengo. Na Libertadores, o time carioca tem duas partidas e duas vitórias, assim como o Independiente del Valle. Portanto, a partida de hoje vale a liderança do grupo e a chance de respirar na competição.


O Flamengo terá como desfalques Diego Alves, Pedro Rocha, João Lucas e Vitinho. A partida é hoje, 21h e será transmitida pelo perfil oficial da Libertadores no Facebook.


Imagem: Twitter do Flamengo (@Flamengo).