• Pedro Emerenciano Amaro

Na UCL show de futebol, mas Barça e Messi brilham mais e tem Barça nas quartas

Com primeiro tempo eletrizante, Messi e companhia fazem chover gol, Napoli desconta ainda no primeiro tempo, mas foi só. Barcelona classificado para as quartas de final.


Para quem viu o jogo, percebeu que seria um dos bons jogos de Messi, um craque inspirado que sabíamos que buscaria ser o rei da noite e sim ele foi o rei da noite com 1 gol, 1 pênalti sofrido por ele, além de um gol impedido que deixou dúvidas em muitos. Mas com isso o Barcelona passa para um confronto contra pra alguns, o favorito Bayer de Munique.


O primeiro tempo eletrizante

Já no começo, o Napoli veio com tudo, os primeiros minutos com toda certeza deram medo nos torcedores do Barcelona, mas foram só os primeiros mesmo, logo aos 10 minutos vimos Lenglet abrir o placar com a assistência de Rakitic, deixando assim o Barcelona muito perto da vaga, o jogo então se equilibrou e o Barcelona até começou a atacar mais, um jogão de bola.


Aos 23 minutos, o melhor do mundo mostrou porque ele é conhecido assim, ele driblou, caiu, recuperou a bola e chutou caindo no meio de dois marcadores, tudo isso sendo marcado por vários jogadores além de não precisar de nenhum companheiro de equipe e aí o gol de Lionel Messi, não posso esconder minha empolgação com o gol tão bonito e espetacular, mas nos padrões Messi, me lembrando o gol bonito marcado contra o Bayer em que Boateng literalmente caiu tentando marca-lo.


O Barcelona então começou atacar mais ainda, o mesmo fez o Napoli, se olhassemos o placar muitos diriam que era um jogo em que o Barcelona tinha o domínio, mas não era bem assim, o Napoli fazia um bom jogo, não tinha as mesmas peças e nem o mesmo entrosamento, mas fazia um jogo tão bom que chegou a superar o Barcelona em números de passes certos. Aos 30 minutos, em um cruzamento, Messi dominou no peito e chutou - pelo menos foi o que vi na hora - mas logo o VAR chamou e ficou analisando um tempo para saber se a bola tinha tocado na mão do jogador ou não, pela regra o juiz nem precisaria olhar, já que não é um lance de interpretação e logo o VAR confirmou que a bola havia tido contato com o braço do jogador e assim anulou o gol. Faltando poucos minutos para acabar o jogo, Messi tomou a dianteira em uma jogada e foi atingido pelo jogador do time italiano, no momento os dois foram ao chão, mas Messi preocupou mais, no entanto logo se levantou ainda que mancando e viu Suarez marcar o gol na cobrança de pênalti, mostrando que ele também pode cobrar pênaltis com qualidade.

Tudo isso só no primeiro tempo, mas 4 minutos depois ainda teve mais um, só que pro time de Nápoles, Insigne marcou e deu algumas esperanças para seus torcedores que no momento precisavam de mais 2 gols.


O segundo tempo equilibrado

Se o primeiro tempo teve equilíbrio, o segundo teve mais ainda, por mais que o Barcelona tivesse a vantagem no placar, não desistiu do jogo e tentou em alguns ataques acabar de vez com o jogo. O Napoli por sinal tentou de todas as formas marca, mas encontrou uma defesa sólida e Ter Stegen pelo caminho. Os minutos foram se passando e o jogo ficando mais equilibrado, até que chegou um ponto que na minha opinião até mesmo os jogadores do Napoli sabiam que não daria mais para se classificar, mas não desistiram e continuaram atacando e tentando fazer o gol. Quando acabou o jogo vi que mesmo com o resultado que eliminava o Napoli, uma satisfação de ter jogado bem, mantido um padrão e batido de frente com um dos favoritos ao título, estava no olhar do time italiano que não participará da próxima edição da UCL. O placar talvez não reflita o que realmente aconteceu, claro que o Barça mereceu ter ganho e feito 3 gols, mas o jogo foi muito equilibrado para um placar com 2 gols de diferença, mas o Barcelona foi mais eficaz do que o Napoli e aproveitou suas oportunidades.


Agora temos as quartas de final e teremos pra muitos a final antecipada, Barcelona e Bayer em Lisboa, sexta às 16h. Com o jogo único teremos com toda certeza a partida mais emocionante entre os clubes. De todos os oito finalistas, somente os dois já foram campeões e ambos tem 5 títulos. Vai ser um confronto difícil para os dois lados, por isso vejo um ótimo jogo, estou ansioso para ver os 4 confrontos, mas esse com certeza chama mais atenção pelo peso das camisas.


📷: @fcbarcelona e @championsleague